BN20 | Você bem perto da notícia

Secretaria de saúde confirma caso de febre amarela em macaco em Feira de Santana

Publicada em 30/03/2017 ás 15:27:52

 

A secretaria de Saúde de Feira de Santana recebeu a confirmação do primeiro caso de febre amarela em macacos. Uma entrevista coletiva foi realizada no fim da manhã desta quinta-feira (30), onde a secretária municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, pediu tranquilidade à população. Ela lembra que os macacos não transmitem a doença.

“Queremos o apoio da imprensa para divulgar que as pessoas não devem matar os macacos, pois é crime ambiental e em caso de encontrar um macaco morto, deve nos acionar através do telefone 3614-3613. Estamos desenvolvendo ações de prevenção desde o mês de janeiro e já vacinamos um quantitativo de pessoas”, afirmou.

Denise informou que o Ministério da Saúde vai mandar 350 mil doses da vacina contra febre amarela para Feira de Santana, mas ela pede tranquilidade às pessoas, já que as doses não vão vir todas de uma única vez.

“Assim que recebermos as vacinas, vamos distribuir nas unidades de saúde. É bom lembrar que nesse momento não temos vacina disponível nos postos. Acredito que deve chegar até o fim de semana. Essa vacina é do calendário vacinal, então tem pessoas que já estão imunizadas. Idosos e gestantes não vão tomar a vacina, assim como quem já tomou as duas doses”, explicou.

Denise também falou sobre os grupos prioritários para vacinação. Ela disse que ainda não tem uma definição, mas que já está conversando com uma equipe técnica.

“Acredito que a gente vai priorizar as pessoas que vão viajar para áreas de risco, pois sabemos que a vacina só tem o efeito depois de 10 dias, mas vamos estudar as unidades, os perfis para termos essas definições. Também vamos pensar em pontos estratégicos para que ocorra essa vacinação”, afirmou.

Sobre a prevenção da doença, Denise lembrou que o controle é através do combate ao aedes aegypti, mosquito transmissor da febre amarela e também da dengue, zika e chikungunya.
“Temos um grupo de endemias que funciona nos finais de semana para combater esse mosquito. O trabalho nunca parou e a população tem que colaborar para controlar esse mosquito”, salientou.

Ainda segundo Denise, nove macacos mortos foram encaminhados para o Lacen, onde é feito o exame para constatar se causa da morte foi a febre amarela. Ela informa que um macaco deu positivo, dois negativos e três ainda não tem o resultado do teste pronto. O macaco que teve o resultado positivo foi encontrado no Corredor dos Araçás, bairro SIM.

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Francisca Oliveira, destaca que os macacos atuam como indicador de que algo de diferente está acontecendo em determinada localidade e que todos os animais que foram encontrados mortos, foram encaminhados para o Lacen.

“Apesar de nós termos recebido hoje um resultado positivo, desde o primeiro animal que foi encaminhado para o Lacen, que a Vigilância Epidemiológica vem desenvolvendo ações no combate a febre amarela. Em Feira de Santana e na Bahia não tem nenhum caso de febre amarela humano registrado”, destacou.

Francisca Oliveira informou que a vigilância está fazendo buscas nas áreas de abrangência onde foram encontrados alguns animais mortos.

“A nossa equipe já está fazendo o bloqueio com as bombas intercostal de casa em casa onde tem criadouros, já estamos fazendo vacinação em alguns pontos estratégicos, estamos fazendo ações em aeroportos, rodovias, com pessoas que estão viajando dentro do circuito de Feira de Santana, além de ações educativas com todas as equipes de saúde”, informou.

A coordenadora lembra que a febre amarela provoca febre, olho amarelado, enjôo, vômito. Ela ressalta que as pessoas que apresentarem qualquer sintoma, devem se encaminhar as unidades de saúde, onde equipes vão investigar, e que as pessoas não devem fazer automedicação. (Acorda Cidade)

 

Portal BN20
Related Posts with Thumbnails

Leia Também

17/12

17/12

14/12

14/12

12/12

12/12

11/12

11/12

10/12

10/12


Publicidade